CRENÇAS LIMITANTES

Este fim de semana como já fiz muitas outras vezes, fui e voltei dirigindo do Rio de Janeiro até Piracema (MG). São 487 km que você não consegue fazer em menos de 7 horas no mínimo. O  trecho tem  5 pedágios, muitos quebra-molas e radares de velocidade (de 80 a 30 km/h!).

Fazer  este trecho sozinha me ajuda muito a conversar comigo mesma e foi inclusive durante uma destas viagens que tive a ideia deste blog. Nesta fiquei pensando que tantas barreiras na estrada parecem com que os coaches chamam de crenças limitantes.

Coaching é uma forma de desenvolvimento na qual alguém denominado coach, ajuda um aprendiz ou cliente a adquirir um objetivo pessoal ou profissional específico através de treinamento e orientação.

Um dos conceitos trabalhados é o de que todas as ideias que você viu, ouviu ou concluiu pelos mais diversos motivos, principalmente na infância  acabam se tornando uma verdade absoluta na sua vida. Crença limitante é algo em que você acredita e que limita você de alguma forma.

Ao longo da vida vamos formando nossos modelos mentais e percepções do mundo, que nem sempre correspondem à realidade. Estas  crenças funcionam, segundo eles,  como ímãs, você acredita em algo e isso logo se torna real (mesmo que não seja).

São muitas as crenças que levamos pela vida como se fosse verdade, por exemplo:

  • Não sou bom em matemática por isso só posso fazer faculdade de humanas.
  • Nunca vou emagrecer porque não tenho disciplina para manter a dieta e praticar exercícios.
  • Devo trabalhar somente neste setor, pois não conseguiria emprego em outro lugar.
  • Devo continuar em neste relacionamento/ casamento porque é muito difícil viver sozinha e “o mercado” não está fácil., etc,

O problema é que essas crenças realmente têm o poder inconsciente de nos frear. Muitas vezes deixamos até mesmo de tentar conquistar algo, tomar alguma atitude , decidir um assunto porque nosso inconsciente esta tomado por este tipo de pensamento limitador. Não conseguimos visualizar saída para determinado assunto ou questão, porque estamos com “antolhos” bloqueando nosso campo de visão.

No campo profissional, elas fazem que duvidemos de nossa própria capacidade e no campo pessoal de que somos merecedores de determinadas conquistas e vitórias.  Assim vamos levando a vida, sem perceber que essas crenças  afastam,  atrasam, bloqueiam, inibem, sabotam  e  impedem de sermos felizes e obtermos sucesso em vários níveis em nossa vida.

Na fase da envelhecência  e maturidade estas crenças solidificadas aparecem mais fortes, como um decreto do destino. Passamos a achar que não temos mais condições de fazer coisas que fazíamos antes, criamos uma série de novas crenças e por medo ou precaução nos limitamos ainda mais.

A Maturijobs fez  um post com este assunto, citando alguns exemplos mais comuns nesta fase da vida:

  • Não tenho mais condições físicas pra praticar esportes.
  • Namorar é coisa pra gente jovem. Já passei dessa época.
  • O mercado não têm interesse em contratar gente da minha idade
  • Tarde demais para abrir um negócio. Não tenho mais vigor e disposição pra isso.
  • Sem condições de voltar a estudar. Não tenho mais idade pra isso.

Não é fácil identificar quais são estas “verdades” a que estamos enganchados, e também não é fácil quebrar estas correntes, mas alguns conselhos de especialistas podem ajudar uma tomada de consciência e uma mudança de rota:

Tente identificar as suas crenças limitantes, especialmente aquelas que mais lhe atrapalham no momento;

Ao dispor essas crenças em sua frente, faça o possível para entender qual a causa de cada uma delas. Relembre situações, busque na memória e tente encontrar a raiz do problema;

Defina, a seguir, os objetivos que você tem deixado de lado, mas que te faria feliz. Qual será o destino que você quer chegar ao eliminar essa crença limitante? Faça uma lista de pequenas recompensas no caminho e a conquista do grande prêmio.

Tente criar, a partir desse ponto, uma crença fortalecedora. Troque aquela frase ou situação negativa por uma que lhe dará forças para continuar lutando até atingir o objetivo que você determinou. Se lhe ajudar, escreva frases fortalecedoras desta nova crença e espalhe por lugares por onde passa.

Insista até que essa crença fortalecedora se torne um hábito em sua vida!

Se você já venceu ou está em processo para deixar de lado estes “atrasos” em sua vida, me conte sua experiência e se gosta de nossos posts, se inscreva para acompanhar nossa jornada.

2 comentários

  1. Simone, eu gosto muito de leer o seu Blog. Obrigada por compartilhar. O que você menciona é muito poderoso.
    Estou aprendendo a fazer “afirmações” diárias (“affirmations” como dizem por aqui), que vão alimentando o nosso subconsciente. O subconsciente não entende o que é realidade e o que não é.
    Estas afirmações devem ser no presente, positivas e impactantes, (preferivelmente curtas para serem lembradas melhor), e devem ser repetidas varias vezes por dia. O processo é simples, para uma melhor explicação talvez a opção seja fazer um “google search” sobre “Positive Affirmations” e ver exemplos. Um exemplo seria “Eu sou saudável”, “Eu amo meus clientes”, “É fácil para mim fazer exercício todos os dias”, etc. Cada um faz a sua(s) afirmações… Comecei a pouco tempo e estou gostando…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s