Verde Poderoso, James Lovelock chega aos 100

O cientista ambiental mais importante do mundo faz 100 anos e continua um gênio. James Lovelock, criador da Teoria Gaia, acha que a inteligência artificial (IA) vai salvar o planeta.

Químico atmosférico que trabalhou para a NASA estudando outros planetas, ele afirmou nos anos 70 que a Terra era um sistema vivo, inteligente e auto-regulador, um “superorganismo” onde seres vivos e inanimados atuavam juntos para regular a atmosfera e criar a vida. Na época sua hipótese (desenvolvida junto com a microbiologista Lynn Margulies) foi taxada de bobagem new age, e rechaçada por vários cientistas e até teólogos. Hoje, está plenamente confirmada por estudiosos da teoria dos sistemas e complexidade, como Fritjof Capra, Humberto Maturana e Stephen Harding, tendo se tornado a pedra fundamental do moderno ambientalismo.

Foi Lovelock quem conseguiu medir e comprovar que os CFCs eram responsáveis pelo buraco na camada de ozônio, utilizando um equipamento que desenvolveu na cozinha de casa e sua observação intuitiva da ação humana sobre as mudanças no clima. Isso resultou no banimento dessa substância e na eliminação quase total do buraco em poucos anos.

James e Sandy Lovelock. Fonte: http://ecolo.org/lovelock/lovedeten.htm


De personalidade encantadora, Lovelock acha a atmosfera de Marte horrenda e não entende por que os humanos teriam interesse em viver lá; acredita que a Terra é o único lugar do cosmos onde há vida inteligente, mas gostaria que provassem estar errado; diz que o nosso planeta estaria mais quente sem a presença do ser humano, mas como a atmosfera está realmente esquentando, isso nos deixa muito vulneráveis à extinção e precisamos barrar urgentemente os combustíveis fósseis para frear esse aquecimento. Senão ficaremos inabitáveis como Venus, onde faz 100oC e não há umidade.

O recém-lançado livro de Lovelock

No seu recente livro “Novacene – the coming age of hyperintelligence”, Lovelock deposita esperança na capacidade da IA em compreender a complexidade do funcionamento do planeta e assim disparar providências, como já é realidade para o computador superinteligente do Google #AlphaGo. A IA criará ciborgues, cujo interesse em sobreviver neste planeta se alinhará ao da humanidade na preservação da Terra.

Ele também acredita no poder da #geoengenharia , com suas mega-soluções tech, como a tela reflexiva gigante da NASA, que consegue refletir até 1% dos raios solares que atingem e aquecem a Terra.

Essas afirmações te soam como mais uma bobagem futurista? Bem, foi isso que pensaram lá atrás das ideias de Lovelock! 

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s