Viagens multigeracionais

Cada geração, obviamente, possui um tipo de comportamento e interesses característicos, que às vezes parecem contraditórios e de difícil conciliação.

Em 2018 foi criado pela PANROTAS em parceria com a Edelman Brasil um guia com as  Dez Tendências para Viagens e Turismo na América Latina. Entre as tendências apontadas estava a de Viagens Multigeracionais, aquelas que pelo menos reúne duas gerações da mesma família.

Pesquisas apontam que viajar traz benefícios e promove a longevidade, pois melhora a saúde física, através do relaxamento e descanso, melhora a função cognitiva porque estimula o funcionamento do cérebro e  atrasa o seu processo de degeneração e melhora sua vida social, não só aumentando os laços dos companheiros de viagem, mas fornecendo oportunidades de conhecer novas pessoas.

Normalmente  quando falamos em viagem multigeracional ou intergeracional,  pensamos em  avós, pais e netos, mas quando a família é grande como ao minha, a composição de um grupo deste pode ser bem diversificado.

Semana passada tive uma experiência incrível, viajando com um grupo de 15 pessoas, entre eles 4 sobrinhos, 1 sobrinha neta, 2 cônjuges de sobrinhos, 3 sobrinhos agregados e outras pessoas que conheci na viagem.  A mais nova fez 19 anos na viagem, o sobrinho mais velho faz 45 nos próximos dias, uma grávida de 7 meses  e eu com 54 anos bem vividos.

Fomos para Chapada dos Veadeiros, numa viagem de ecoturismo, com muitas trilhas, muitas cachoeiras e alguns ETs.

Não parece uma armadilha para uma sequência de “tretas”?

Algumas situações que poderiam  gerar conflitos:

Escolha do destino ou de atrações/ Escolha da melhor data/ Divisão de carros/ Paradas na estrada / Chegar, descarregar  e  dividir os quartos/  Divisão de tarefas/ Saídas noturnas/  Hora de dormir e ou acordar,  no nosso caso o mais difícil era tirar foto do grupo.

Mas quando existe amor, vontade de se divertir e bom humor, qualquer situação com potencial para encrenca, vira logo motivo de piada. Uns ri da cara dos outros, todo mundo dá risada , todo mundo se ajuda , cada um paga a sua e a amizade continua.

Uma viagem destas pode ajudar a fortalecer nossa autoestima, autoimagem e autoconfiança, nos deixando mais seguros para enfrentar dificuldades que possam surgir.

Todos sabemos que  as emoções positivas provocam liberação de neurotransmissores como dopamina, serotonina, oxitocina, endorfinas, que diminuem o estresse, contribuem para prevenir doenças, como depressão, ansiedade e problemas cardiovasculares. E as o manchas roxas, entorses e dores musculares são mais um capítulo das histórias que trazemos para contar.

Você gosta de viajar com pessoas de outra geração? Conte para nós suas experiências. E se tiver gostando dos nossos posts, se inscreva para receber novidades.

6 comentários

  1. Simplesmente sensacional!!!! Natureza espetacular com “águas caribenhas”, quentes e transparentes em pleno território nacional!!! Pra que ir tão longe! Esse paraíso é logo ali em Goiás!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Viagem muito especial que vou guardar no coração sempre! Cada dia mil aprendizados novos e histórias para contar… Obrigada tia por ter grande responsabilidade nisso!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s